Fale Conosco

Deixe sua Mensagem

    Saiba como evitar a malha fina!

    10 erros que você deve evitar para não cair na malha fina

    Malha Fina Conheca 10 Erros Classicos Na Declaracao Do Imposto De Renda E Saiba Como Evita Los Blog - Contabilidade em São Paulo - SP | Fiscon e Prosper Associados - Saiba como evitar a malha fina!

    Conheça os principais erros da declaração do IR e saiba como evitá-los para não cair na malha fina

    Todos os anos, pessoas físicas e pessoas jurídicas precisam entregar a declaração do Imposto de Renda. Trata-se de uma obrigação fiscal e, portanto, não entregá-la ou entregá-la com erros e/ou atrasos faz com que os contribuintes caiam nas garras do Leão da Receita Federal, ocasionando uma série de problemas financeiros e legais. 

    Um desses problemas é a malha fina, que consiste na retenção da declaração para uma análise minuciosa da Receita Federal em busca de possíveis tentativas de fraude.

    Por isso, muitos contribuintes temem a malha fina todos os anos, e se esse é o seu caso, você está no lugar certo. Afinal, no artigo de hoje, vamos apresentar os principais erros na declaração de Imposto de Renda que levam o contribuinte a cair na malha fina e como evitá-los. 

    Então continue conosco e boa leitura!

    Quem precisa declarar o Imposto de Renda?

    Antes de falar sobre a malha fina em si, é importante que você tenha a certeza se está ou não obrigado a declarar o Imposto de Renda. Isso porque, caso você não esteja obrigado a entregar a declaração, não precisará se preocupar com a malha fina a não ser que deseje realizar a declaração por algum motivo, como receber a restituição caso tenha direito.

    Dessa forma, caso você tenha uma empresa, precisará realizar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ). Contudo, caso você não atue como pessoa jurídica ou além de atuar como pessoa jurídica também se enquadre nos critérios abaixo também terá que declarar o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

    Os principais critérios para declaração do IRPF 2022 são:

    • Ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
    • Ter recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40.000,00;
    • Teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2021, de bens ou direitos, inclusive terra nua, acima de R$ 300.000,00;
    • Obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto;
    • Realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

    Para saber mais sobre o IR 2022, acesse os links abaixo:

    O que é a malha fina?

    Agora que você já sabe se deve ou não declarar o Imposto de Renda, é importante que você entenda o que, de fato, é a malha fina. Como já foi falado anteriormente, trata-se da retenção da declaração, por parte da Receita Federal, para uma análise completa sobre os dados informados e o cruzamento de informações.

    Isso acontece porque além de você, outras pessoas, empresas e entidades, como instituições financeiras e corretoras, também precisam prestar contas com o governo através de declarações que comprovem o faturamento e as movimentações financeiras do ano-calendário.

    Dessa forma, caso você esqueça de informar algum rendimento, faça deduções erradas ou simplesmente cometa erros de digitação, a sua declaração apresentará inconsistências e ficará retida na malha fina.

    O que acontece quando uma pessoa cai na malha fina?

    Ao ter a declaração retida na malha fina, um dos primeiros problemas enfrentados é em relação à restituição. Isso porque, caso você tenha direito à restituição, não poderá recebê-la até que as pendências da malha sejam resolvidas e a sua declaração siga o fluxo normalmente.

    Outros problemas decorrentes da malha fina são:

    • Pagamento de multas;
    • Pendências no CPF, impedindo que você abra e movimente contas no banco, solicite cartões de crédito, solicite empréstimos e financiamentos, receba benefícios do governo, tire o passaporte, etc;
    • Responder por crime de sonegação fiscal caso seja comprovado fraude ou tentativa de fraude, implicando o pagamento de multas e/ou a detenção de seis meses a dois anos, com a possibilidade de ter a pena estendida em algumas situações.

    Quais são os principais erros que levam à malha fina?

    Como você pôde observar, são muitos os problemas que você pode enfrentar ao cair na malha fina, por isso, é fundamental que você entregue a declaração do Imposto de Renda de forma correta e dentro do prazo, que para o ano de 2022, começou no dia 07 de março e seguirá até o dia 31 de maio.

    Dessa forma, um dos primeiros passos para evitar a malha fina é conhecer os principais erros que levam a retenção da sua declaração. Por isso, separamos os 10 erros clássicos na declaração do IR. Confira abaixo!

    1. Erros de digitação;
    2. Declarar rendimentos nas fichas erradas;
    3. Esquecer de declarar rendimentos, como os de aluguel de imóveis;
    4. Declarar um dependente já declarado por outro contribuinte;
    5. Esquecer de informar os rendimentos dos dependentes;
    6. Realizar deduções indevidas, principalmente em relação a gastos com saúde e com educação;
    7. Confundir as previdências PGBL com VGBL;
    8. Confundir dependente com alimentado;
    9. Apresentar variação patrimonial incompatível com a renda;
    10. Não realizar a declaração de ações de forma devida.

    Agora que você já conhece os principais erros na declaração do IR que levam você a cair na malha fina, é hora de saber como evitá-los, não é mesmo? Sendo assim, confira o tópico a seguir!

    Como evitar a malha fina? Conte com a Fiscon & Prosper!

    A melhor forma de evitar todos esses erros e, consequentemente, evitar a malha fina, é contar com suporte de especialistas em declaração de Imposto de Renda para realizar todo o processo que envolve a declaração por você.

    Sendo assim, você pode contar com a Fiscon & Prosper Associados

    Os nossos especialistas irão cuidar desde a reunião dos documentos necessários até o seu preenchimento correto, cálculo devido das deduções, revisão das informações preenchidas e o envio da declaração nos canais oficiais.

    Dessa forma, com o nosso suporte, você terá a segurança de que a sua declaração será enviada de forma correta e dentro do prazo.

    Assim, você não terá que se preocupar com burocracias, com prazos, com erros e muito menos com a malha fina.

    Então não perca mais tempo e entre em contato com os nossos especialistas agora mesmo.

    EVITE A MALHA FINA COM O NOSSO SUPORTE ESPECIALIZADO!

    Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Fiscon & Prosper Associados.

    Contamos com uma vasta experiência no mercado, sempre prezando pela excelência na prestação de seus serviços e conquistando a satisfação e a confiança dos clientes.

    Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

    5/5 - (1 vote)
    0 0 votes
    Article Rating

    Compartilhe nas redes!

    Summary
    Saiba como evitar a malha fina!
    Article Name
    Saiba como evitar a malha fina!
    Description
    Conheça os principais erros da declaração do IR e saiba como evitá-los para não cair na malha fina
    Author
    Publisher Name
    Fiscon & Prosper
    Publisher Logo

    Marcadores:

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

      Comentários

      Subscribe
      Notify of
      guest
      0 Comentários
      Inline Feedbacks
      View all comments
      Recomendado só para você!
      Compras online foram incentivadas pela pandemia e cresceram 128% nos…